Autor: Agda Marianne

Vídeo: Dia do Psicólogo

http://www.psicologiaadois.com.br/wp-content/uploads/2017/08/21035909_1147179362049980_59393045447049216_n.mp4   Esta é a nossa singela homenagem a esses profissionais incríveis que doam vida e esperança em cada atendimento. Feliz Dia do Psicólogo! Do Psicologia a Dois, Agda e Arildo....

Leia Mais

Adolescência: uma fase de mudança

A adolescência consiste no período do desenvolvimento humano de transição entre a infância e a vida adulta. Caracteriza-se por um processo de maturidade crescente, que envolve uma série de transformações físicas, emocionais, cognitivas e sociais. É um período em que o jovem perde a confiança completa que existia durante a infância, nos pais, quando estes eram os principais modelos a serem seguidos e, portanto, os seus grandes heróis. Passando agora, para a autoconfiança no manejo da vida, à partir de suas próprias ideias e experiências sobre o mundo. É nessa fase que tem  início a puberdade com visíveis alterações...

Leia Mais

A Raiva contida – Há algum problema em não expressar a raiva?

“Devemos expressar a raiva? Ou devemos escondê-la? Reprimi-la? Haverá algum problema se escondermos no longo prazo?” Sobre emoções e sensações Para começarmos, é muito importante saber o que é a raiva. O que é a raiva para você? Ou melhor, como você sabe que está com raiva…quando está com raiva? Para por alguns instantes e pense. Quando pergunto como é a raiva para você, deixo implícito o pressuposto de que a raiva é diferente para cada pessoa. Para mim, sei que estou com raiva quando noto o franzir da minha sobrancelha, quando contrario vários músculos no rosto e na...

Leia Mais

Por que estudantes de Psicologia precisam fazer terapia?

Essa é uma pergunta bem comum no mundo da psicologia. Quando o estudante de psicologia entra na faculdade, os professores informam que é necessário fazer terapia, muitos acabam deixando pra lá e algumas pessoas se questionam: Por que os psicólogos e estudantes de psicologia precisam fazer terapia? Para responder essa pergunta citarei Freud que disse em 1926: “O psicanalista deve constantemente analisar a si mesmo. Analisando a nós mesmos, ficamos mais capacitados a analisar os outros”. Partindo desse principio básico que o psicólogo é o indivíduo que tratará de questões emocionais de outros o tempo todo em seu consultório, é necessário...

Leia Mais

Perdas Necessárias

Em nossa vida emocional estamos sempre fazendo escolhas e tendo que assumir o preço dessas escolhas. Por exemplo, podemos ficar eternamente com raiva daquela pessoa que nos ofendeu ou machucou e deixar-nos corroer pelo ressentimento e pela mágoa ou perdoar e seguir em frente, deixando todos os sentimentos ruins (e quem sabe a pessoa também!) para trás, seguindo a vida com mais leveza e paz no coração. Podemos escolher ser uma pessoa bem humorada, alegre, um otimista ou uma pessoa amargurada, sempre apegada às perdas que sofreu na vida. Mas e quando essas perdas ocorreram independente de nossas escolhas?...

Leia Mais

A MÃE DESNECESSÁRIA

A boa mãe é aquela que vai se tornando desnecessária com o passar do tempo. Várias vezes ouvi de um amigo psicanalista essa frase, e ela sempre me soou estranha. Chegou a hora de reprimir de vez o impulso natural materno de querer colocar a cria embaixo da asa, protegida de todos os erros, tristezas e perigos. Uma batalha hercúlea, confesso. Quando começo a esmorecer na luta para controlar a super-mãe que todas temos dentro de nós, lembro logo da frase, hoje absolutamente clara. Se eu fiz o meu trabalho direito, tenho que me tornar desnecessária. Antes que alguma...

Leia Mais